O princípio do Reino de Deus

 Mateus 6:33 “Mas buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

 Buscar o Reino de Deus envolve:

 -oração – intercessão para que o Reino de Deus seja estabelecido aqui na terra.

Mateus 6:10 “…venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu…”Obediência – obedecer a vontade revelada de Deus.

João 14:15   “Se me amais, guardareis os meus mandamentos.”

Obedecer a vontade revelada de Deus implica em : conhecer a vontade de Deus, informação; entender no coração, tornar a Palavra viva na sua vida e práticar, agir conforme a direção e a vontade de Deus.

Para isso é essencial viver em concordância e unidade. Somos desafiados diariamente, seja no trabalho, no casamento, em família, nos relacionamentos. Só a presença de Deus pode transformar, libertar, curar, guiar, dirigir e ensinar. A Palavra transforma, não há outro caminho, a Palavra nos leva a cruz, onde Jesus nos redimiu, pagou o nosso preço e nos resgatou das trevas. É tempo de acordar, é tempo de deixar as coisas de criança e crescermos no Senhor para que possamos ser usados por Deus e permitir que os propósitos de Deus em nós se cumpram.

 1- A unidade é a chave essencial para a presença de Deus e das suas bençãos.

 João 17: 20-23 “Eu não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua Palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em Ti. Que eles também sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. Eu lhes dei a glória que tu me deste, para que sejam um, como nós somos um. Eu neles, e Tu em mim, para que sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que Tu me enviaste, e que os amaste como também amaste a mim.”

  • A unidade em primeiro lugar com o Pai, a videira verdadeira, sem Ele não podemos nada.

Colossenses 3: 12-14 “Portanto, como eleitos de Deus, santos, e amados, revesti-vos da compaixão, de benignidade, de humildade, de mansidão, de longanimidade. Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro. Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.”

  • A unidade com as pessoas com quem convivemos, marido, filhos, parentes, vizinhos, colegas de trabalho. Como fomos perdoados , devemos perdoar, com a mesma medida com que Deus nos mediu, que foi através da sua graça. Não merecíamos, andávamos nas trevas e como eram densas! O Senhor veio e nos ofereceu o perdão, pagou o nosso débito e nos recebeu como filhos.

II Crônicas 5: 13-14 “Os trombeteiros e os cantores juntaram-se em uníssono, como uma só voz, para louvar ao Senhor e render-lhe graças. A companhados de trombetas, címbalos e outros instrumentos, ergueram a voz em louvor ao Senhor e cantaram: Ele é bom, o seu amor dura para sempre. Então a casa do Senhor se encheu de uma nuvem., e os sacerdotes não podiam ter-se em pé, para ministrar, por causa da nuvem, pois a glória do Senhor encheu a casa de Deus.”

  • Como a glória do Senhor encheu a casa de Deus? Quando, em uma só voz louvaram e renderam glórias ao Senhor, quando O adoraram em espírito e em verdade.

Mateus 18:19 “Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, ser-lhes-á concedida por meu Pai, que está nos céus.”

 Salmos 133: 1-3 “Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união! É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. É como o orvalho de Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Porque ali o Senhor ordena a benção e a vida para sempre.”

 2- Unidade e harmonia interior.

 Tiago 4:8 “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós. Lavai as mãos, pecadores, e vós de duplo ânimo, purificai os corações.”

 Ter o pensamento cativo em Cristo é simples, mas não fácil em muitas situações. Recebemos a Jesus como nosso Salvador e precisamos reconhecê-lo como Senhor das nossas vidas, para que Ele possa fazer pequenas cirurgias em nosso coração, precisamos tratar as nossas emoções , sentimentos, para sermos vasos onde Deus possa nos usar.Para isso, precisamos:

  •  Crer
  • Provérbios 3:5 “Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento.”

    Romanos 4: 18-21 “O qual, em esperança, creu contra a esperança que seria feito pai de muitas nações, conforme o que lhe for a dito: Assim será a tua descendência. E não enfraqueceu na fé, nem atentou para o seu próprio corpo amortecido, pois era já de quase cem anos, nem tampouco para o amortecimento do ventre de Sara. Ele não duvidou da promessa de Deus, deixando-se levar pela incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era para cumprir.”

    Tiago 1: 6-8 “Peça-a, porém com fé, não duvidando, porque aquele que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa; homem vacilante que é, inconstante em todos os seus caminhos.”

    •  Obedecer

    Lucas 11:28 “Mas Ele disse: Antes bem aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam.”

     A obediência não é para quando está tudo bem e calmo, a obediência é testada em momentos difíceis, nas doenças, nas crises, nas portas fechadas.

     Conclusão:

    Lucas 10: 38-42 “Indo eles de caminho, entrou numa aldeia. E certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa. Tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra. Marta, porém, andava distraída em muitos serviços e , aproximando-se, disse: Senhor, não te importas de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude. Respondeu-lhe Jesus: Marta, Marta, estás ansiosa e preocupada com muitas coisas, mas uma só é necessária. Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.”

     Sentar aos pés de Jesus quieta, descansando e nunca esquecer que só Ele é o caminho, a verdade e a vida e só Nele podemos ser livres e termos a vida plena aqui e na eternidade.

    A ordem de Deus ao homem no Gênesis foi muito clara: “de toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” Isto nos revela a existência de uma liberdade, mas uma liberdade com responsabilidade. E ali, naquele paraíso, no pleno uso de suas faculdades mentais, aquele primeiro homem disse não a Deus. Ao comer do fruto estavam dizendo: “Não queremos o teu governo sobre nossas vidas. Queremos ser donos do nosso próprio nariz.” Porém, cometeram um sério e terrível engano, pois o homem não é um ser absolutamente livre.Ele é livre para escolher uma dependência. Em outras palavras , é livre para escolher quem vai governá-lo. Portanto, ali no Éden, ao dizer não para Deus, o homem estava dizendo sim para alguém. A Palavra de Deus afirma com todas as letras que o homem estava se colocando debaixo do jugo de Satanás. Ao comer daquele fruto o homem estava desligando-se de Deus, isto é morte.

    Consequentemente nascemos mortos, nascemos separados de Deus. A história da humanidade é a história de uma dominação maligna sobre a raça humana.

    A verdade central das Escrituras é Deus sempre buscando o homem. A verdade de toda a Bíblia é: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.”

    Estamos agora diante do amor de Deus revelado em Cristo Jesus. Estamos agora diante da Cruz. A Cruz é a “’Arvore da Vida”. E diante dessa outra árvore temos que responder a pergunta: – Que farei de Jesus?

    Somos livres para decidir, mas não se engane; se não é Deus quem está no governo, então , é Satanás o governador.

    Aceitar o Evangelho de Jesus é submeter-se incondicionalmente, ao Seu governo, em todas as áreas da sua vida, é “negar-se a si mesmo”, é tomar a Cruz cada dia, é segui-lo. Não existe a possibilidade de aceitá-lo apenas como Salvador dos seus pecados e não como Senhor de sua vida.

    Share
    Posted in biblia, estudo by agnes at March 28th, 2011.
    Tags: ,