Expectativas sobre a Verdade – Dr Charles Stanley

Marcos 9:30-32   ” Partiram dali e passaram pela Galiléia, Jesus não queria que alguém o soubesse, porque ensinava os seus discípulos, e lhes dizia: O Filho do homem será entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, e três dias depois ressurgirá. Eles, porém, não compreendiam esta palavra, e receavam interrogá-lo.”

Formação de expectativas com base em idéias preconcebidas é uma prática bastante comum, mesmo os discípulos não entendiam essa importante verdade . Cristo lhes disse várias vezes que iria ser crucificado e ressuscitaria três dias depois. Seus ouvidos ouviram Suas palavras físicas, mas a mensagem não foi capaz de penetrar em seus corações e mentes.Embora eles estivessem convencidos de que Ele era o Messias, as suas hipóteses sobre como e quando o Seu reino viria os impedia de ouvir de Cristo um outro ”plano alternativo.” Eles estavam procurando um Salvador que iria derrubar Roma e estabelecer o Seu reino sobre a terra durante a sua vida , então eles reinariam com ele. As palavras de Jesus de morte e ressurreição foram tão contrárias  que eles simplesmente não podiam aceitá-las. Como eles não tinham entendido a promessa da ressurreição, quando o Messias morreu, seus sonhos foram por água abaixo. Eles rapidamente foram ao desespero, a desesperança e a descrença .

Lucas 24:10-11   “Eram Maria Madalena, Joana, Maria, mãe de Tiago e as outras que com elas estavam, as que diziam estas coisas aos apóstolos.Tais palavras lhes pareciam como um delírio, e não acreditaram.” (As coisas que as mulheres foram contar  aos apóstolos é que foram ao sepulcro e não viram o corpo de Jesus e que  dois homens com vestes resplandecentes lhes disse que Jesus não estava mais ali , tinha ressuscitado). 

De nossa perspectiva atual sabendo o resultado e o propósito da primeira visita de Jesus à Terra, podemos perguntar, como eles poderiam ser tão insensíveis, porque não dizer estúpidos? Mas, antes de julgá-los tão duramente, vamos lembrar que nós também, muitas vezes temos predeterminadas idéias sobre como Deus deve trabalhar em nossas vidas e no mundo.
Os caminhos de Deus nem sempre correspondem a nossa mentalidade, porque Ele trabalha a partir de uma perspectiva eterna e muitas vezes vemos apenas o imediato. Devemos lembrar que os Seus caminhos são os melhores. Basta pensar, se tivesse seguido os planos dos discípulos, não haveria perdão dos pecados. Vamos deixar de lado nossas expectativas e confiar Nele

Share
Posted in reflexao by agnes at April 8th, 2011.
Tags: