Laços de Bondade.

Oséias 11:4   “Eu os conduzi com laços de bondade humana e de amor; tirei do seu pescoço o jugo e me inclinei para alimentá-los. “

No estudo anterior , pudemos ver a revelação do terno coração de Deus através da Sua compaixão e compromisso com Hagar e Ismael, Ismael não era o filho da promessa, ainda assim o coração de Deus se sensibilizou com sua situação e o levou a ser uma poderosa nação. Se Deus derramou tanta graça em Ismael, como Seu coração se sensibilizaria com Sua própria santa nação, as pessoas conhecidas pelo Seu nome? Nesse estudo vamos nos aprofundar mais ainda no cherostotes (ternura) de Deus,  Seu coração e Seu Espírito que nos sustenta. Através de 4 passagens das Escrituras iremos viajar em linha reta para o coração de Deus.

1ª – Passagem:

Deuteronômio 7:6-9   “Pois vocês são um povo santo para o Senhor, o seu Deus. O Senhor, o seu Deus, os escolheu dentre todos os povos da face da terra para ser o seu povo, o seu tesouro pessoal.O Senhor não se afeiçoou a vocês nem os escolheu por serem mais numerosos do que os outros povos, pois vocês eram o menor de todos os povos. Mas foi porque o Senhor os amou e por causa do juramento que fez aos seus antepassados. Por isso ele os tirou com mão poderosa e os redimiu da terra da escravidão, do poder do faraó, rei do Egito.Saibam, portanto, que o Senhor, o seu Deus, é Deus; ele é o Deus fiel, que mantém a aliança e a bondade por mil gerações daqueles que o amam e guardam os seus mandamentos.”

Qual das seguintes sentenças representam as razões porque Deus escolheu a Israel?

(   ) Porque eles eram uma nação poderosa.

(   ) Porque eles eram em menor número.

(   ) Porque eram povo santo.

(   ) Porque eram seu tesouro pessoal.

Preencha os espaços.

Deuteronômio 7:6    “Pois vocês são um povo santo para o Senhor, o seu Deus. O Senhor, o seu  Deus, os ____________ dentre todos os povos da face da terra para ser o seu ________, o seu ______________  __________.”

 2ª- Passagem:

Isaías 49:14-16 “Sião, porém, disse: “O Senhor me abandonou, o Senhor me desamparou”. “Será que uma mãe pode esquecer do seu bebê que ainda mama e não ter compaixão do filho que gerou? Embora ela possa se esquecer, eu não me esquecerei de você!Veja, eu gravei você nas palmas das minhas mãos; seus muros estão sempre diante de mim.”

-Você já se sentiu esquecida por Deus? (   )sim   (   ) não. Se respondeu sim, quando?

_____________________________________________________________________________

-Quem poderia até se esquecer o filho antes de Deus esquecer o seu ?______________

-Qual a segurança que podemos ter de que Ele nunca esquecerá Seus filhos?(v.16)_______

 A palavra hebraica para gravar é chaqaq que significa “marcar”. Essa palavra no hebraico é usada para o ato de cortar, marcar as leis em tábuas de pedra. Acredito que Deus aplica o mesmo conceito, com se marcasse o nome de Seus filhos na palma de Suas mãos, sem dúvida o lugar mais sensível do corpo humano. Essa passagem pinta um maravilhoso quadro – a gravação dos nomes dos redimidos no corpo quebrado de Jesus. Os nomes gravados na mão de Deus, foram escritas com o precioso sangue de Seu filho! Uma coisa é certa: a mãe que amamenta poderá esquecer de Seu filho mais fácil do que Deus esquecer de nós, porque  nossos nomes não estarão mais longe do que a palma de Sua mão.

 3ª Passagem:

Sofonias 3:14-17   “Cante, ó cidade de Sião; exulte, ó Israel! Alegre-se, regozije-se de todo o coração, ó cidade de Jerusalém!O Senhor anulou a sentença contra você, ele fez retroceder os seus inimigos. O Senhor, o Rei de Israel, está em seu meio; nunca mais você temerá perigo algum.Naquele dia se dirá a Jerusalém: “Não tema, ó Sião; não deixe suas mãos enfraquecerem.O Senhor, o seu Deus, está em seu meio, poderoso para salvar. Ele se regozijará em você, com o seu amor a renovará, ele se regozijará em você com brados de alegria”.

Esse contexto nos leva para um precioso quadro do Suave coração de Deus e de seu Espírito que quer nos livrar do medo, nos alimentando com calma e tranquilidade. (ver v. 15-16)

Esses belíssimos versos ilustram o abençoado momento em que o trono de Deus se  torna uma cadeira de balanço e Ele coloca seu amedrontado filho no colo em Seus braços e diz: “ Está tudo bem, estou aqui.”

O que significa estar “aquietado em Seu amor?” Se você é mãe, você já deve ter acalmado seu filho inúmeras vezes, embalando e sussurando, “sh-h-h-h-h. Mamãe ama você.” Como Ele se “regozijará em nós” com “brados de alegria”?

Este é um precioso quadro do pai saboreando o momento do descanso do Seu filho em seus braços com uma cantiga de ninar.

Amada, você vê Deus como um pai? Você permite que Ele a alimente? Você entrega seus medos e permite que Ele te coloque nos braços e te cubra com seu amor?

Adotamos um menino de 4 anos , chamado Michael. Quase imediatamente percebemos duas coisas diferentes nele. Primeiro, seu corpo estava fora de proporção. Ele era muito querido, e quando o estava vestindo na primeira noite conosco para durmir, pude notar sua cabeça, mãos e pés eram muito maiores em proporção ao seu corpo. Essa observação e também o fato de que ele estava simplesmente doente nos levou a marcar uma consulta com nosso médico para uma completa avaliação de sua saúde.

O doutor nos chamou particularmente e disse que o Michael tinha no mínimo sido negligenciado emocionalmente, se não abusado. A forma de seu corpo confirmava que foi negada a   adequada afeição. Ficamos horrorizados!

A segunda coisa diferente em Michael era que nunca chorava. Podia o sangue escorrer do joelho de um tombo, que ele ficava rígido como uma tábua. As pessoas que cuidaram dele anteriormente tinham a teoria de que não se podia tocar ou acarinhar uma criança chorando porque isso só faria mimá-la. Michael tinha aprendido  a isolar-se totalmente quando em dor. Não podia suportar vê-lo quando estava machucado ou triste, começava então a abraçá-lo firmemente e cada vez que se enrijecia, eu lhe dizia: “Chore bebe, apenas chore!”

Apesar de erros que podemos ter cometido, depois de 18 meses o doutor nos comunicou que o corpo de Michael estava em perfeita proporção. Não somente ele tinha aprendido a chorar, mas também tinha aprendido a rir! Por que? Por causa do maravilhoso  trabalho do poder de Deus, o Deus que sara , cura.

Quando recebemos Michael, achamos que a adoção seria definitiva. Depois de 7 anos ele voltou para sua mãe biológica que estava agora em condições de cuidar dele. Sempre o amaremos como nosso, mas tivemos que deixá-lo ir e permitir  que Deus o amasse além de nós.

Precisamos aprender a deixar Deus nos amar como filhos. Amadas, deixemos que Ele acalme nossas emoções quando estivermos sofrendo, com medos nos assustando e nossos joelhos espirituais  estiverem sangrando. Nunca cresceremos  em Cristo  inteiramente e em perfeita maturidade  até que façamos isso. Não podemos conhecê-Lo somente como Supremo Juiz. Precisamos conhecê-lo como Pai , um Pai que cuida, nutre, alimenta – caso contrário nosso crescimento será prejudicado.

Vamos concluir esse estudo com mais uma olhada no amoroso coração do Pai.

ª Passagem:

Oséias 11:4   “”Quando Israel era menino, eu o amei, e do Egito chamei o meu filho.Mas, quanto mais eu o chamava, mais eles se afastavam de mim. Eles ofereceram sacrifícios aos baalins e queimaram incenso os ídolos esculpidos. Mas fui eu quem ensinou Efraim a andar, tomando-o nos braços; mas eles não perceberam que fui eu quem os curou. Eu os conduzi com laços de bondade humana e de amor; tirei do seu pescoço o jugo e me inclinei para alimentá-los. “

Os primeiros dois versos nos soam familiares? Tivemos um filho ou dois que responderam exatamente da mesma forma! Não é bom saber que a rebelião dos filhos não é necessariamente o resultado de maus pais? Estou certa de que já  conhecemos  bons pais que caminharam por crises e mais crises por causa da rebelião de seus filhos.

Leia e complete cuidadosamente os versos 3-4 .”Mas fui eu quem ensinou Efraim a ________, tomando-o nos __________; mas eles não _______________ que fui eu quem os __________.”

Podemos imaginar Deus como Pai ensinando seus filhos a andar? Como as Escrituras dizem que Ele os levou?_________________

Como eram esses laços?_______________

Imagine Deus ensinando Seus filhos a andar gentilmente alongando o laço entre Ele e eles, depois dando laços seguros em cada extremidade para que seus filhos não se perdessem. Os laços eram de bondade  - da ternura do coração de Deus –  e de amor que os mantinham unidos. Não perca essa importante parte das Escrituras: O chrestotes (ternura) ou  o cuidado de Deus foi a cura deles, sendo ou não reconhecido por eles!

Releia o verso 4. Não há muitas coisas mais doces do que um pai alimentando seu bebe. Esse quadro típico retrata uma experiência de ligação de com Deus “inclinou-se para alimentar ” Seus filhos”. Somente imagine! Podemos quase vê-lo abrindo Sua boca como para que o filho também abrisse a dele  - não é como fazemos?

Salmos 81:10   “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que o tirei da terra do Egito. Abra a sua ___________, e eu o ________________. “

Amadas, podemos perceber Deus como Pai? As Escrituras são cheias de evidências do chrestotes (ternura) de Deus, de seu terno coração e seu Espírito que sustenta. Podemos perguntar : Essas maravilhosas passagens do Velho Testamento se aplicam a nós?

1 João 3:1   “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! Por isso o mundo não nos conhece, porque não o conheceu .”

Você permite que Deus te alimente? Você entende que Ele tem grande prazer em cuidar de você? Você consegue perceber mais prontamente Sua soberania e severidade do que Sua misericórdia terna? Eu a desafio    a entender essa verdade: nunca iremos ter sucesso como pais para nossos filhos até termos sucesso em ser filhos para nosso Pai Celestial. Desenvolver uma saudável relacionamento de Pais/filho com Deus pode ser difícil, mas a falta de vontade de mesmo tentar resultará em pobre saúde espiritual e desproporcional crescimento.

Talvez você tenha crescido com um pai severo e sem amor ou com um pai que não podia confiar. Poucos tem experimentado o tipo de pai que Deus quer ser para nós. Como começar? Da próxima vez em que estiver  ferida, magoada, com medo ou ansiosa, não chame seu marido , nem um amigo, nem descarregue sobre seus filhos – vá para o Pai! Imediatamente! Fale como se sente e tudo que aconteceu. Peça que te acalme com Seu amor. Peça que ministre sobre a sua vida. ELE OFARÁ. Experimente um pouco de Sua ternura!

Beth Moore

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at June 2nd, 2012.
Tags: ,