Gentil Gigante

Vivemos num mundo cheio de pessoas que muitas vezes não conseguem estabelecer valores corretos para o que realmente tem  importância. Essas pessoas vão empurrando e atropelando, têm medo, insegurança de que pode sempre acontecer alguma coisa ou algo que irá tirar a tranquilidade delas e temem também que se não brigarem pelos seus direitos , sairão perdendo e  prejudicadas. A Mansidão é a oitava característica do Fruto do Espírito. Esta característica denota uma pessoa que tem a vida entregue a uma real poder. É o quadro da pessoa capaz de expressar calma na tempestade. Somente um Gigante Gentil poderia estar em frente a Pilatos sem necessidade de se defender. Jesus é o quadro do Gigante Gentil.

Iremos estudar a submissão, humildade e um espírito ensinável. Vamos aprender com a observação de Paulo:

2 Coríntios 12:10   ” Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte. ”

O Sacrifício da Submissão

Jeremias 26:14   “Quanto a mim, estou nas mãos de vocês; façam comigo o que acharem bom e certo. ”

A oitava característica do Fruto do Espírito é  a Mansidão. Iremos descobrir nessa maravilhosa palavra  vários traços  necessários aos cristãos.

A palavra grega para Mansidão é Praotes. Observe detalhadamente outros significados para essa palavra: brandura, tolerância.

Não é a  expressão externa do sentimento, mas uma graça interna de Deus  nos tratando.  Passamos a considerar tudo como bom, pela   segurança que temosndo relacionamento com o Senhor. Praotes,  reconhece a ira como um pecado do homem, como ensinou o Senhor Jesus…A mansidão como Fruto do Espírito não culpa Deus pelas perseguições e malvadezas dos homens. Não é o resultado de fraqueza….mas de bem aventurança ( felicidade) que existe no coração de quem se irrita com o mal…A virtude está entre os dois extremos, incontrolável e injustificada irritação ou zanga , e do outro lado não se zangar com nada que acontece em nossa volta.

Praotes ( mansidão ) descreve a entrega completa da nossa vida aos caminhos e a vontade de Deus. O termo basicamente significa parar de brigar com Deus. É inteiramente o oposto de fraqueza. A mansidão é o poder e a força criativa de se submeter a vontade de Deus. Mansidão é responsabilidade com poder.

Não podemos entender a palavra praotes sem estudar seus componentes : submissão, humildade, espírito ensinável e habilidade em ensinar. Começaremos a entender a submissão, sem a qual Praotes não existe.

Já “lutou”  com Deus? Não se sente confortável em admitir uma ocasional briga com Deus? Já lutou com Ele para não fazer alguma coisa exigida ou tentou  dar um jeitinho  para fazer a Vontade de Deus de uma forma mais suportável? Já bateu com as mãos no peito é os pés no chão , esperando que  Ele  propusesse uma solução que fosse melhor do que a que Ele apresentou?

Deus o vai empurrando  e estimulando, com a idéia de  terminar o que Ele começou, o que então  fazemos?

Filipenses 1:6 ”Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus. “

Não nos agarramos na maçaneta, galho de árvore ou caixa de correio, ou qualquer outra coisa para não seguir o  rumo? Ele não tem lutado com você praticamente em todo o degrau do caminho no seu processo de maturidade?

Praotes  tem a ver com o parar de resistir a Deus. Tudo começa com aquela palavra que amamos   e odiamos – submissão. Um espírito submisso de praotes caminha dessa forma: quando o vento da vontade de Deus assopra,  praotes deixa todos os objetos que possam significar segurança ou resistência e não se  agarra mais em nada,  monta no vento  e voa para onde Ele o quiser levar.Praotes monta no vento da vontade de Deus e navega para a ilha da intimidade com Deus.

As passagens abaixo das Escrituras descrevem vidas que escolheram a vontade de Deus, mesmo as perspectivas sendo sombrias. Para cada uma destas pessoas, o suportar dor e sofrimentos dentro da vontade de Deus era muito melhor do que correr o risco de viver de modo mais fácil , mas fora das mãos fiéis de Deus.

João 21: 15-19   “Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: “Simão, filho de João, você me ama realmente mais do que estes? ” Disse ele: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”. Disse Jesus: “Cuide dos meus cordeiros”. Novamente Jesus disse: “Simão, filho de João, você realmente me ama? ” Ele respondeu: “Sim, Senhor tu sabes que te amo”. Disse Jesus: “Pastoreie as minhas ovelhas”. Pela terceira vez, ele lhe disse: “Simão, filho de João, você me ama? ” Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez “Você me ama? ” e lhe disse: “Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo”. Disse-lhe Jesus: “Cuide das minhas ovelhas. Digo-lhe a verdade: Quando você era mais jovem, vestia-se e ia para onde queria; mas quando for velho, estenderá as mãos e outra pessoa o vestirá e o levará para onde você não deseja ir”. Jesus disse isso para indicar o tipo de morte com a qual Pedro iria glorificar a Deus. E então lhe disse: “Siga-me! “

- Que ordens Jesus deu a Pedro?____________

- Que palavras proféticas Jesus disse com relação ao futuro de Pedro?

(   ) “Você receberá poder quando o Espírito Santo vier sobre você.”

(   ) “Quando você era mais jovem, vestia-se e ia para onde queria; mas quando for velho, estenderá as mãos e outra pessoa o vestirá e o levará para onde você não deseja ir”

(   ) “Você será minha testemunha até os confins da terra.”

- O que Jesus previu que aconteceria a Pedro? ( v.19) ______________

Atos 2: 14-36   “Então Pedro levantou-se com os Onze e, em alta voz, dirigiu-se à multidão: “Homens da Judéia e todos os que vivem em Jerusalém, deixem-me explicar-lhes isto! Ouçam com atenção: estes homens não estão bêbados, como vocês supõem. Ainda são nove horas da manhã! Pelo contrário, isto é o que foi predito pelo profeta Joel: ‘Nos últimos dias, diz Deus, derramarei do meu Espírito sobre todos os povos. Os seus filhos e as suas filhas profetizarão, os jovens terão visões, os velhos terão sonhos. Sobre os meus servos e as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e eles profetizarão. Mostrarei maravilhas em cima no céu e sinais em baixo, na terra, sangue, fogo e nuvens de fumaça. O sol se tornará em trevas e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. E todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo! ’ ”Israelitas, ouçam estas palavras: Jesus de Nazaré foi aprovado por Deus diante de vocês por meio de milagres, maravilhas e sinais, que Deus fez entre vocês por intermédio dele, como vocês mesmos sabem. Este homem lhes foi entregue por propósito determinado e pré-conhecimento de Deus; e vocês, com a ajuda de homens perversos, o mataram, pregando-o na cruz. Mas Deus o ressuscitou dos mortos, rompendo os laços da morte, porque era impossível que a morte o retivesse. A respeito dele, disse Davi: ‘Eu sempre via o Senhor diante de mim. Porque ele está à minha direita, não serei abalado. Por isso o meu coração está alegre e a minha língua exulta; o meu corpo também repousará em esperança, porque tu não me abandonarás no sepulcro, nem permitirás que o teu Santo sofra  decomposição. Tu me fizeste conhecer os caminhos da vida e me encherás de alegria na tua presença’. ”Irmãos, posso dizer-lhes com franqueza que o patriarca Davi morreu e foi sepultado, e o seu túmulo está entre nós até o dia de hoje. Mas ele era profeta e sabia que Deus lhe prometera sob juramento que colocaria um dos seus descendentes em seu trono. Prevendo isso, falou da ressurreição do Cristo, que não foi abandonado no sepulcro e cujo corpo não sofreu decomposição. Deus ressuscitou este Jesus, e todos nós somos testemunhas desse fato.
Exaltado à direita de Deus, ele recebeu do Pai o Espírito Santo prometido e derramou o que vocês agora vêem e ouvem. Pois Davi não subiu ao céu, mas ele mesmo declarou: ‘O Senhor disse ao meu Senhor: Senta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigos como estrado para os teus pés’. ”Portanto, que todo Israel fique certo disto: Este Jesus, a quem vocês crucificaram, Deus o fez Senhor e Cristo”.

  • Dentro do entendimento sobre praotes ( mansidão) o que João 21: 15-19 e Atos 2 14-36 revelam sobre a mansidão em Pedro?

(   ) Ele falou com grande compaixão.

(   ) Sua submissão  a Cristo lhe deu grande coragem para falar.

(   ) Ele se tornou um efetivo pregador .

Atos 9: 1-16   “Enquanto isso, Saulo ainda respirava ameaças de morte contra os discípulos do Senhor. Dirigindo-se ao sumo sacerdote, pediu-lhe cartas para as sinagogas de Damasco, de maneira que, caso encontrasse ali homens ou mulheres que pertencessem ao Caminho, pudesse levá-los presos para Jerusalém. Em sua viagem, quando se aproximava de Damasco, de repente brilhou ao seu redor uma luz vinda do céu. Ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia: “Saulo, Saulo, por que você me persegue? “ Saulo perguntou: “Quem és tu, Senhor? ” Ele respondeu: “Eu sou Jesus, a quem você persegue. Levante-se, entre na cidade; alguém lhe dirá o que você deve fazer”. Os homens que viajavam com Saulo pararam emudecidos; ouviam a voz mas não viam ninguém. Saulo levantou-se do chão e, abrindo os olhos, não conseguia ver nada. E eles o levaram pela mão até Damasco. Por três dias ele esteve cego, não comeu nem bebeu. Em Damasco havia um discípulo chamado Ananias. O Senhor o chamou numa visão: “Ananias! ” “Eis-me aqui, Senhor”, respondeu ele. O Senhor lhe disse: “Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando; numa visão viu um homem chamado Ananias chegar e impor-lhe as mãos para que voltasse a ver”. Respondeu Ananias: “Senhor, tenho ouvido muita coisa a respeito desse homem e de todo o mal que ele tem feito aos teus santos em Jerusalém. Ele chegou aqui com autorização dos chefes dos sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome”. Mas o Senhor disse a Ananias: “Vá! Este homem é meu instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e seus reis, e perante o povo de Israel. Mostrarei a ele o quanto deve sofrer pelo meu nome”.

- Que pergunta Jesus faz a Paulo no verso 4?_______________________

- Quem na verdade Paulo estava perseguindo?____________________

O que os versos 1 e 4 nos falam sobre a atitude de Jesus em relação a perseguição dos cristãos?____________________

- Qual foi a chamada de Paulo? (v.15)

(   ) Levar o nome de Jesus aos gentios e israelitas.

(  ) Começar a formação de igrejas em terras distantes.

(   ) Ser um apóstolo para os israelitas

(   ) Sofrer por pela fé em jesus e morrer a morte de um mártir.

- O que Jesus estava indo mostrar a Paulo? ( v. 16) ___________________

2 Coríntios 6:4-5 “Pelo contrário, como servos de Deus, recomendamo-nos de todas as formas: em muita perseverança; em sofrimentos, privações e tristezas; em açoites, prisões e tumultos; em trabalhos árduos, noites sem dormir e jejuns.”

2 Coríntios 11: 24-28   “Cinco vezes recebi dos judeus trinta e nove açoites. Três vezes fui golpeado com varas, uma vez apedrejado, três vezes sofri naufrágio, passei uma noite e um dia exposto à fúria do mar. Estive continuamente viajando de uma parte a outra, enfrentei perigos nos rios, perigos de assaltantes, perigos dos meus compatriotas, perigos dos gentios; perigos na cidade, perigos no deserto, perigos no mar, e perigos dos falsos irmãos. Trabalhei arduamente; muitas vezes fiquei sem dormir, passei fome e sede, e muitas vezes fiquei em jejum; suportei frio e nudez. Além disso, enfrento diariamente uma pressão interior, a saber, a minha preocupação com todas as igrejas. “

- Quais foram alguns dos sofrimentos que Paulo sofreu pelo amor a Cristo?_____________________________

Filipenses 3: 3-11   “Pois nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos pelo Espírito de Deus, que nos gloriamos em Cristo Jesus e não temos confiança alguma na carne, embora eu mesmo tivesse razões para ter tal confiança. Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne, eu ainda mais: circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à lei, fariseu; quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. Mas o que para mim era lucro, passei a considerar perda, por causa de Cristo. Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que procede da lei, mas a que vem mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus e se baseia na fé. Quero conhecer a Cristo, ao poder da sua ressurreição e à participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dentre os mortos. “

O que os sofrimentos de Paulo significavam para ele?_______________________________

- Lembre da definição de praotes: mansidão , tolerância. Que qualidades da mansidão podem sere avistadas na vida de Paulo?_____________________________________________________________________

 

PRAOTES ( MANSIDÃO ) – PURA E SIMPLES

Podemos raciocinar que talvez os sofrimentos de Pedro e Paulo foram um pouco mais fáceis porque eles sabiam com antecedência o que ia acontecer, mas o que diz a Palavra de Deus sobre o nosso futuro?

Atos 14:22 “Fortalecendo os discípulos e encorajando-os a permanecer na fé, dizendo: “É necessário que passemos por muitas tribulações para entrarmos no Reino de Deus”.

João 16:33 “Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.

Nos submeteríamos a vontade de Deus sabendo o que aconteceria na frente como ocorreu com Pedro e Paulo? Apesar de termos muitas vezes recebido aviso igual ao deles, ficamos chocados e cheios de dúvidas.E sobre aquelas vezes quando sofremos resultados de nossa própria falta de submissão a vontade de Deus? Nos submeteríamos ao processo doloroso de deixá-lo trabalhar em nossas vidas para voltarmos a Sua vontade?

Meditando na complicada definição de praotes… lendo e lendo outra vez e continuando … orando e pedindo a Deus para ensinar o sentido pleno da Palavra…

Nesse momento, minha filha Melissa , com 11 anos naquela época, me chamava do banheiro no andar de cima : “Mamae, preciso de você.”

Pensei já ter terminado as responsabilidades com a familia naquele final de tarde. As crianças já estavam na cama ou se preparando para durmir, meu marido estava fora da cidade. Eu não gostava de distrair meu pensamento porque queria ouvir de Deus sobre praotes. Subi as escadas para ver o que ela precisava, pedindo a Deus para me ajudar e que quando voltasse lembrasse onde estava nos meus estudos.

Melissa estava sentada na banheira toda molhada da cabeça aos pés, e me disse: Tenho um problema, um grande problema. Na última semana encontrei um nó no meu cabelo atrás , tentei desmanchá-lo com a escova. Doia tanto que parei. Cada dia ia ficando maior e maior , e agora olha como está! Atrás , o cabelo longo estava um nó enorme. O nó estava muito grande e apertado e não podia imaginar outra solução a não ser a tesoura; ainda assim ,teria que cortar o cabelo no couro cabeludo. Não podia acreditar no que estava vendo.

Sentei-me ao lado dela , pedindo a Deus por paciência (makrothumia, naturalmente!) e comecei a escovar um fio de cada vez! Segurei o cabelo bem firme para que ela não sentisse que puxava, mas infelizmente o nó estava muito perto da cabeça que não conseguia segurar o cabelo. As lágrimas corriam do seu rosto.

Perguntei: Quer que pare? Não, mamãe, Se você não fizer, o nó nunca vai se desmanchar, continue escovando. Consertar aquele emaranhado não era fácil, aqueles minutos pareciam horas. Ela descansou a cabeça no meu colo e suportou a dor para desembaraçar aquele caos em que ela estava. Suas lágrimas não eram de resistência. Eram lágrimas de submissão: sabendo que valeria a pena no final.

Depois me sentei, a abracei e lhe expliquei o que devia fazer para evitar que isso acontecesse outra vez.Assegurei a ela que se fizesse o que estava ensinando, não passaríamos mais por essa situação.

Deixei Melissa e enquanto descia as escadas pensava: Agora, vamos de volta a praotes! Senti nesse momento o Espírito de Deus falando ao meu coração: “Minha filha, isso é praotes.” Sua vida está um emaranhado, minha amiga? Tem você permitido certas situações por muito tempo? Tenho já feito a mesma coisa. Descanse em Seu cuidado fiel, chore quando doer, mas permita que Ele desmanche todo o emaranhado até que fique livre. Confie somente Nele. Ele é o único que pode ajudar. Por último, amada, se submeta.

- Pode lembrar de alguma vez em que se submeteu a vontade de Deus enquanto Deus desenrolava a sua bagunça? ( ) sim ( ) não

Se sim, Como Ele tratou com você e como se sentiu ?___________________________________________________

 

Beth Moore

 

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at October 9th, 2012.
Tags: ,