Espírito ensinável!

Tiago 1: 21Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.”

Estudamos a submissão, a humildade que são importantes componentes da oitava qualidade do Fruto do Espírito – praotes ou mansidãoIremos estudar agora o terceiro componente de praotes, que é um espírito ensinável.

 Tiago 1: 19-25 Meus amados irmãos, tenham isto em mente: Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar e tardios para irar-se,pois a ira do homem não produz a justiça de Deus.Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los.Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos.Aquele que ouve a palavra, mas não a põe em prática, é semelhante a um homem que olha a sua face num espelhoe, depois de olhar para si mesmo, sai e logo esquece a sua aparência.Mas o homem que observa atentamente a lei perfeita que traz a liberdade, e persevera na prática dessa lei, não esquecendo o que ouviu mas praticando-o, será feliz naquilo que fizer. 

 -Qual a ordem de Deus em Tiago 1:21?

 ( ) Aceite a Palavra de Deus.   ( ) Fale a verdade em amor   ( ) Livre-se da maldade e da impureza moral.

 A outra forma que podemos dizer “aceitem humildemente a palavra implantada em vocês” é “Seja ensinável!” ou ”Aceite a instrução!”.

O terceiro aspecto da mansidão é ter um espírito que quer aprender. Você deseja ser ensinada, minha amiga? Ansiosa por aprender? Você tem um espírito ensinável? Essas respostas são importantes para considerarmos os diferentes degraus da abertura do seu coração para aprender a Palavra de Deus.

Atos 18 “Depois disso Paulo saiu de Atenas e foi para Corinto. Ali, encontrou um judeu chamado Áqüila, natural do Ponto, que havia chegado recentemente da Itália com Priscila, sua mulher, pois Cláudio havia ordenado que todos os judeus saíssem de Roma. Paulo foi vê-los e, uma vez que tinham a mesma profissão, ficou morando e trabalhando com eles, pois eram fabricantes de tendas. Todos os sábados ele debatia na sinagoga, e convencia judeus e gregos. Depois que Silas e Timóteo chegaram da Macedônia, Paulo se dedicou exclusivamente à pregação, testemunhando aos judeus que Jesus era o Cristo. Opondo-se eles e lançando maldições, Paulo sacudiu a roupa e lhes disse: “Caia sobre a cabeça de vocês o seu próprio sangue! Estou livre da minha responsabilidade. De agora em diante irei para os gentios”. Então Paulo saiu da sinagoga e foi para a casa de Tício Justo, que era temente a Deus e que morava ao lado da sinagoga. Crispo, chefe da sinagoga, creu no Senhor, ele e toda a sua casa; e dos coríntios que o ouviam, muitos criam e eram batizados. Certa noite o Senhor falou a Paulo em visão: “Não tenha medo, continue falando e não fique calado, pois estou com você, e ninguém vai lhe fazer mal ou feri-lo, porque tenho muita gente nesta cidade”. Assim, Paulo ficou ali durante um ano e meio, ensinando-lhes a palavra de Deus. Sendo Gálio procônsul da Acaia, os judeus fizeram em conjunto um levante contra Paulo e o levaram ao tribunal, fazendo a seguinte acusação: “Este homem está persuadindo o povo a adorar a Deus de maneira contrária à lei”. Quando Paulo ia começar a falar, Gálio disse aos judeus: “Se vocês, judeus, estivessem apresentando queixa de algum delito ou crime grave, seria razoável que eu os ouvisse. Mas, visto que se trata de uma questão de palavras e nomes de sua própria lei, resolvam o problema vocês mesmos. Não serei juiz dessas coisas”. E mandou expulsá-los do tribunal. Então todos se voltaram contra Sóstenes, o chefe da sinagoga, e o espancaram diante do tribunal. Mas Gálio não demonstrava nenhuma preocupação com isso. Paulo permaneceu em Corinto por algum tempo. Depois despediu-se dos irmãos e navegou para a Síria, acompanhado de Priscila e Áqüila. Antes de embarcar, rapou a cabeça em Cencréia, devido a um voto que havia feito. Chegaram a Éfeso, onde Paulo deixou Priscila e Áqüila. Ele, porém, entrando na sinagoga, começou a debater com os judeus. Pedindo eles que ficasse mais tempo, não cedeu. Mas, ao partir, prometeu: “Voltarei, se for da vontade de Deus”. Então, embarcando, partiu de Éfeso. Ao chegar a Cesaréia, subiu até a igreja para saudá-la, e depois desceu para Antioquia. Depois de passar algum tempo em Antioquia, Paulo partiu dali e viajou por toda a região da Galácia e da Frígia, fortalecendo todos os discípulos. Enquanto isso, um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria, chegou a Éfeso. Ele era homem culto e tinha grande conhecimento das Escrituras. Fora instruído no caminho do Senhor e com grande fervor falava e ensinava com exatidão acerca de Jesus, embora conhecesse apenas o batismo de João. Logo começou a falar corajosamente na sinagoga. Quando Priscila e Áqüila o ouviram, convidaram-no para ir à sua casa e lhe explicaram com mais exatidão o caminho de Deus. Querendo ele ir para a Acaia, os irmãos o encorajaram e escreveram aos discípulos que o recebessem. Ao chegar, ele auxiliou muito os que pela graça haviam crido, pois refutava vigorosamente os judeus em debate público, provando pelas Escrituras que Jesus é o Cristo.”

 -Qual era a relacionamento de Paulo com Áquila e Priscila? (v.3)   ( ) pastor  ( ) empregado ( ) colega de trabalho ( ) primos

- Até onde Priscila e Áquila acompanharam Paulo?________________________________

- Depois que Paulo partiu de Éfeso, quem entrou em Alexandria?__________________

- Como o verso 24 descreve Apolo? _______________________

- O que e como Apolo ensinava?_________________________

- O que Priscila e Áquila fizeram por Apolo?________________

- Como você acha que Priscila e Áquila adquiriram conhecimento? (V 2,3)_________

- O que Apolo fez com a instrução de Priscila e Áquila? (v. 27-28)_______________

 Que lindo exemplo de ser ensinável com mansidão! Paulo tinha recebido o conhecimento dos discípulos logo após a sua conversão.

 Atos 9: 17-19 “Então Ananias foi, entrou na casa, impôs as mãos sobre Saulo e disse: “Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo”. Imediatamente, algo como escamas caiu dos olhos de Saulo e ele passou a ver novamente. Levantando-se, foi batizado e, depois de comer, recuperou as forças. Saulo passou vários dias com os discípulos em Damasco.”

 O que ele aprendeu passou para Priscila e Áquila, eram judeus da Itália que estavam com ele. O casal viajou para Éfeso com Paulo. Depois que Paulo partiu , tiveram a oportunidade de ouvir um vibrante pregador de nome Apolo. Esse homem tinha paixão. Ele falava como um homem que fala somente com o coração. Conhecia todas as coisas verdadeiramente e com precisão….mas simplesmente não conhecia o bastante.

Infelizmente, muitas das pessoas que não querem aprender são professores. Alguns consideram o comentário de outras pessoas um insulto decorrente de sua ignorância. Esse não era o caso de Apolo. Ele que tinha sido fiel com o pouco que tinha aprendido seria descoberto fiel com o mais que aprendesse. Ele assimilou tudo que tinha aprendido de Priscila e Áquila e se tornou um dinâmico professor da verdade que alguns igualavam a Pedro e Paulo.

1 Coríntios 1:12 “ Com isso quero dizer que cada um de vocês afirma: “Eu sou de Paulo”; “eu de Apolo”; “eu de Pedro”; e “eu de Cristo.”

 Qual é o verdadeiro sinal de ser ensinável? Ser obediente ao que se aprendeu, “humildemente aceitar a Palavra plantada em você , a qual é poderosa para salvá-los”. Não simplesmente ouvir…mas fazer o que ela diz.

 Tiago 1: 21-22 “Portanto, livrem-se de toda impureza moral e da maldade que prevalece, e aceitem humildemente a palavra implantada em vocês, a qual é poderosa para salvá-los. Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos. “

 Você já percebeu em algum momento da sua vida o seu espírito se fechar para alguma coisa nova? Já se preocupou com alguma coisa nova que devia aprender no lugar do velho? Já se confrontou com o fato de que alguma coisa que acreditou toda a sua vida sobre Deus não era a verdade? Pode lembrar de um exemplo específico? Como foi seu confronto com essa verdade?_______________________

O restante desse estudo é dirigido a uma tendência da qual todas nós concordamos, nossa abertura para aprender depende do nosso professor. Se respeitamos o professor, aceitaremos seu ensinamento. Caso contrário, desprezaremos. Vamos permitir que a Palavra de Deus fale a quem foi um aprendiz prejudicado.

 Números 22: 21-38 “Balaão levantou-se pela manhã, pôs a sela sobre a sua jumenta e foi com os líderes de Moabe. Mas acendeu-se a ira de Deus quando ele foi, e o anjo do Senhor pôs-se no caminho para impedi-lo de prosseguir. Balaão ia montado em sua jumenta, e seus dois servos o acompanhavam.Quando a jumenta viu o anjo do Senhor parado no caminho, empunhando uma espada, saiu do caminho e foi-se pelo campo. Balaão bateu nela para fazê-la voltar ao caminho. Então o anjo do Senhor se pôs num caminho estreito entre duas vinhas, com muros dos dois lados. Quando a jumenta viu o anjo do Senhor, encostou-se no muro, apertando o pé de Balaão contra ele. Por isso ele bateu nela de novo. O anjo do Senhor foi adiante e se colocou num lugar estreito, e não havia espaço para desviar, nem para a direita nem para a esquerda. Quando a jumenta viu o anjo do Senhor, deitou-se debaixo de Balaão. Acendeu-se a ira de Balaão, que bateu nela com a sua vara. Então o Senhor abriu a boca da jumenta, e ela disse a Balaão: “Que foi que eu lhe fiz, para você bater em mim três vezes?” Balaão respondeu à jumenta: “Você me fez de tolo! Quem dera eu tivesse uma espada na mão; eu a mataria agora mesmo”. Mas a jumenta disse a Balaão: “Não sou sua jumenta, que você sempre montou até o dia de hoje? Tenho eu o costume de fazer isso com você? ” “Não”, disse ele. Então o Senhor abriu os olhos de Balaão, e ele viu o anjo do Senhor parado no caminho, empunhando a sua espada. Então Balaão inclinou-se e prostrou-se, rosto em terra. E o anjo do Senhor lhe perguntou: “Por que você bateu três vezes em sua jumenta? Eu vim aqui para impedi-lo de prosseguir porque o seu caminho me desagrada. A jumenta me viu e se afastou de mim por três vezes. Se ela não se afastasse a esta altura eu certamente o teria matado; mas a ela eu teria poupado”. Balaão disse ao anjo do Senhor: “Pequei. Não percebi que estavas parado no caminho para me impedires de prosseguir. Agora, se o que estou fazendo te desagrada, eu voltarei”. Então o anjo do Senhor disse a Balaão: “Vá com os homens, mas fale apenas o que eu lhe disser”. Assim Balaão foi com os príncipes de Balaque. Quando Balaque soube que Balaão estava chegando, foi ao seu encontro na cidade moabita da fronteira do Arnom, no limite do seu território. E Balaque disse a Balaão: “Não mandei chamá-lo urgentemente? Por que não veio? Acaso não tenho condições de recompensá-lo? ” “Aqui estou! “, respondeu Balaão. “Mas, seria eu capaz de dizer alguma coisa? Direi somente o que Deus puser em minha boca”. 

- O que a jumenta de Balaão viu?

( ) o exercito israelita ( ) o anjo do Senhor bloqueando o caminho deles ( ) milhares de carruagens no caminho

 - Como ela agiu com o que viu?____________________

- Qual foi a reação de Balaão?______________________

- Onde a jumenta viu o anjo do Senhor pela segunda vez e como ela agiu?___________________

- O que Balaão fez nessa segunda vez?________________________

- Onde o anjo do Senhor ficou pela terceira vez e qual foi a atitude da jumenta?__________________

- Qual foi a terceira reação de Balaão?____________________

- O que Deus fez com a jumenta depois de ter apanhado pela terceira vez?

( ) Ele matou a jumenta com um raio de luz

( ) Ele livrou a jumento do dono cruel

( ) Ele abriu a boca da jumenta e ela falou.

 - Porque Deus se opõe a Balaão?_________________

 2 Pedro 2:15-16 “Eles abandonaram o caminho reto e se desviaram, seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o salário da injustiça, mas em sua transgressão foi repreendido por uma jumenta, um animal mudo, que falou com voz humana e refreou a insensatez do profeta.”

 - Qual o ressentimento que Deus tem contra Balaão?__________________

- O que teria acontecido se a jumenta não tivesse se afastado do anjo do Senhor?

( ) O anjo teria matado a Balaão ( ) O anjo teria matado a jumenta ( ) O anjo teria matado ambos

- O que Balaão respondeu ao anjo do Senhor? (v.34)__________________

- Qual foi a instrução final de Deus para Balaão?_________________

- Como Balaão finalmente respondeu a instrução? (v.38)________________

 Você já teve um período teimoso como Balaão onde se recusou a ouvir Deus? ( ) sim ( ) não. Se sim, explique.

_________________________________________________

Podemos ver nessa passagem que Deus claramente usa qualquer coisa ou qualquer um como instrumento para Sua instrução. Ele pode se opor a jumenta usando o profeta ou pode se opor ao profeta usando a jumenta. Ele pode nos entregar Sua mensagem de qualquer forma. Quando somos orgulhosos, rebeldes e insistimos em nosso próprio caminho, as chances são grandes de Ele usar uma jumenta! Professores devem ter 2 propósitos: trazer humildade e instrução. Dificilmente aprenderemos de outra forma.

O que aconteceu com Balaão? A última vez que ouvimos sobre Balaão ele estava cavalgando com um adesivo “Parado por um burro” preso na parte de trás do seu animal. Não é uma má idéia. Amadas, vamos agir tendo um espírito mais sensível a voz do Senhor. Deus frequentemente quer fazer “novas coisas”em nossas vidas, mas resistimos.

 Isaías 43:18-19 “”Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não o percebem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo. “

 Tenho uma encantadora amiga chamada Marge Caldwell. Ela é amada por muitas mulheres que a tem conhecido através dos anos. Ela absolutamente me espanta. Ela não apreciaria que falasse a idade dela e , é claro, não faria isso. Mas ela continua estudando e permitindo que Deus lhe ensine coisas novas enquanto outros se acomodam e se satisfazem com o que te, está sempre aprendendo e crescendo  melhor que todos. Espírito ensinável! Praotes!

Muitas vezes não nos importamos com o novo, mas não gostamos do veículo que Deus está usando para nos dirigir aquele novo lugar. A preciosa parte de praotes (mansidão) é estar disposto e ansioso para aprender, independentemente de quem Ele escolhe como nosso mestre.

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at November 16th, 2012.
Tags: ,