O Gigante da Dor.

1 Samuel 17: 4-9     ”Um guerreiro chamado Golias, que era de Gate, veio do acampamento filisteu. Tinha dois metros e noventa centímetros de altura.Ele usava um capacete de bronze e vestia uma couraça de escamas de bronze que pesava sessenta quilos;nas pernas usava caneleiras de bronze e tinha um dardo de bronze pendurado nas costas.A haste de sua lança era parecida com uma lançadeira de tecelão, e sua ponta de ferro pesava sete quilos e duzentos gramas. Seu escudeiro ia à frente dele. Golias parou e gritou às tropas de Israel: “Por que vocês estão se posicionando para a batalha? Não sou eu um filisteu, e vocês os servos de Saul? Escolham um homem para lutar comigo.Se ele puder lutar e matar-me, nós seremos seus escravos; todavia, se eu o vencer e o matar, vocês serão nossos escravos e nos servirão”.

Todos temos um gigante em nossas vidas a ser vencido que nos causa muito medo.A história de  Davi com o gigante Golias nos traz muitos ensinamentos.

Golias debochava , provocava e humilhava o povo de Deus. Como viver com medo de um gigante? Davi tinha um inimigo filisteu de nome Golias que precisava ser vencido. Esse homem paralizava uma nação.

Qual é o primeiro passo para se vencer um gigante?

O primeiro passo para  se livrar de uma dor ou de um grande sofrimento começa quando nomeamos o que exatamente está  causando essa dor.

Caracteristicas do Gigante da dor  e do sofrimento:

-Pode ser crônica, constante,   acorda  e dorme com dor ou sofrimento . Pode ir e vir, inconstante, uma hora esta bem, na outra hora, não.

-Varia de intensidade . De 1 a 10 , o quanto dói? Quando se chega na emergência de um hospital com alguma dor física, a primeira coisa que o médico pergunta é : o quanto está doendo?

- Traz consequências na vida, que pode ser na  qualidade de vida que temos e  nas atividades que temos que fazer.

- As dores podem vir de diferentes formas, podem ser: físicas,  emocionais, psicológicas, devido a relacionamentos quebrados…

A dor mais profunda  que as pessoas podem experimentar são as emocionais e psicológicas, ou seja, a dor de alma. A alma é o que somos por dentro, a personalidade. A alma se divide teologicamente em 3 partes: a mente ( o que pensamos), a vontade (decisões ), e a emoção ( o que sentimos).

Momentos dolorosos podem ocorrer por diversas razões, até  quando precisamos tomar decisões, as nossas decisões dependem do que pensamos, quanto stress pode causar….Quanta dor temos por dentro?

A dor na alma ocorre  por 3 razões basicas:

- Abandono ( ser deixada sozinha, rejeitada…por causa da destruição da família muitas pessoas se sentem  desprezadas e rejeitadas e quanta dor tem desencadeado….)

- Abuso ( Físico, sexual, em palavras ou gritos, ameaças veladas ou qualquer outra forma de abuso)

- Desapontamento ( A Espera de situações da vida que não ocorrem,  esperar e desejar muito uma coisa e isso não acontece, pode até adoecer fisicamente.)

Duas histórias da Bíblia ilustram  o que é ter uma dor profunda na alma. A primeira delas é a história de Ana que queria muito um filho , ela era estéril  . Vamos a história de Ana:

1 Samuel 1: 2-10   “Ele tinha duas mulheres; uma se chamava Ana, e a outra Penina. Penina tinha filhos, Ana, porém, não tinha.Todos os anos esse homem subia de sua cidade a Siló para adorar e sacrificar ao Senhor dos Exércitos. Lá, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli, eram sacerdotes do Senhor. No dia em que Elcana oferecia sacrifícios, dava porções à sua mulher Penina e a todos os filhos e filhas dela. Mas a Ana dava uma porção dupla, porque a amava, mesmo que o Senhor a houvesse deixado estéril. E porque o Senhor a tinha deixado estéril, sua rival a provocava continuamente, a fim de irritá-la. Isso acontecia ano após ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, sua rival a provocava e ela chorava e não comia. Elcana, seu marido, lhe perguntava: “Ana, por que você está chorando? Por que não come? Por que está triste? Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos? “ Certa vez quando terminou de comer e beber em Siló, estando o sacerdote Eli sentado numa cadeira junto à entrada do santuário do Senhor, Ana se levantou e, com a alma amargurada, chorou muito e orou ao Senhor.”

1 Samuel 1: 13-16   “Como Ana orava silenciosamente, seus lábios se mexiam mas não se ouvia sua voz. Então Eli pensou que ela estivesse embriagada e lhe disse: “Até quando você continuará embriagada? Abandone o vinho! “ Ana respondeu: “Não se trata disso, meu senhor. Sou uma mulher muito angustiada. Não bebi vinho nem bebida fermentada; eu estava derramando minha alma diante do Senhor. Não julgues tua serva uma mulher vadia; estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza”. 

Estava em profunda angustia e sofrimento.  Chorava e não podia parar.Tinha um gigante na sua alma durante muitos anos….se sentia abandonada por Deus. Orava anos e mais anos e Deus não a respondia. O mesmo pode estar acontecendo com você….se sente abandonada?

Apesar de estar em angustia, Ana sabia exatamente o nome da sua dor, queria um filho. Enfrentou esse gigante e Deus deu a solução e respondeu a sua oração.

A segunda história é a de Mefibosete, vamos a ela:

A história de Mefibosete .

O rei Saul e seu filho Jônatas foram mortos pelos filisteus. Jônatas tinha um filho pequeno que na fuga, não se sabe como, ficou aleijado das duas pernas. Vamos ver o que aconteceu….

2 Samuel 4:4    “( Jônatas, filho de Saul, tinha um filho aleijado dos pés. Ele tinha cinco anos de idade quando chegou a notícia de Jezreel de que Saul e Jônatas haviam morrido. Sua ama o apanhou e fugiu, mas, na pressa, ele o deixou cair e ele ficou manco. Seu nome era Mefibosete. )”

Mefibosete tinha uma terrível limitação que o isolava. Davi assumiu o trono, era o segundo rei de Israel e queria saber se havia alguém ainda vivo da casa de Saul. Normalmente o que ocorreria era se matar quem ainda existisse da outra linhagem real para não por em risco o reino. Davi, porém, não pensava dessa forma. Mefibosete tinha um nome que significava  vergonha e vivia num lugar chamado Lo Debar,que significava “terra onde não frutifica”, Mefibosete não serviria para nada para Davi. Davi foi para Mefibosete, como Jesus foi para nós. Fomos resgatados, mesmo não merecendo, levados a comer da mesa do rei.

2 Samuel 9:1   “Certa ocasião Davi perguntou: “Resta ainda alguém da família de Saul, a quem eu possa mostrar lealdade por causa de minha amizade com Jônatas? “

2 Samuel 9:3-5   “Perguntou-lhe Davi: “Resta ainda alguém da família de Saul, a quem eu possa mostrar a lealdade de Deus? ” Respondeu Ziba: “Ainda há um filho de Jônatas, aleijado dos pés”.”Onde está ele? “, perguntou o rei. Ziba respondeu: “Na casa de Maquir, filho de Amiel, em Lo-Debar”.Então o rei Davi mandou trazê-lo de Lo-Debar.”

Davi conhecia seu inimigo, ele tinha um nome, a Biblia nos diz o nome. Precisa ser  dado o nome ao gigante da nossa dor, seja por abandono, rejeição, abuso, desapontamento…Servimos a um Deus que nos redimiu.

Salmos 40:1-3   “Coloquei toda minha esperança no Senhor; ele se inclinou para mim e ouviu o meu grito de socorro. Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou-me num local seguro. Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor. “

A consciência de que o sofrimento, a amargura, rejeição, baixa auto-estima ….o gigante que nos fere profundamente traz consequências para o nosso dia -a-dia, tem um impacto muito forte na qualidade de vida que temos. A comida que comemos, o exercício que fazemos tem impacto na nossa saúde; como nos portamos, nos sentimos, as atitudes que tomamos no trabalho vão refletir na promoção que teremos ou não; atitudes dos maridos tem impacto na vida das esposas, o mesmo acontece ao contrário;  atitudes dos pais vão ter consequências na vida dos filhos…

Voltando a história de Davi, ele pode prever as consequências daquele gigante provocando o povo de Deus por 40 dias. Um homem apavorando todo o povo. Ele tomou consciência de que isso não podia continuar, ele se tomou de uma justa indignação. Decidiu tomar posição e lutar!!!

A dor da alma traz como consequência:

1- Desnorteia o pensamento. Não vê os fatos como realmente são, vê pelo ângulo da dor. Um abismo chama outro abismo trazendo mais destruição. As emoções, as atitudes e  ações são afetadas, não conseguindo ver as coisas claramente e acabam tomando decisões erradas.

2- Envenena e sabota os relacionamentos e a felicidade. Envenena tudo o que quer fazer. Exemplificando: Quando se casa, se está apaixonada, mas se vem com uma bagagem e com uma expectativa de que vamos encontrar na outra pessoa tudo que precisamos, e a outra pessoa não estará todo o tempo respondendo como esperamos. Por causa da bagagem que carregamos, queremos que a outra pessoa nos de o que a vida não nos deu. A bagagem que carregamos trazemos para o casamento e consequentemente vai destruir o   relacionamento e toda a chance de ser feliz.

3- Faz a pessoa um potencial candidato para hábitos destrutivos. Vícios podem vir em diferentes formas. Podem ser álcool, drogas, comida, internet, pornografia…. Tudo para que se sentir melhor. Tentamos substituir o sofrimento e passamos a auto destruição.

4- Desconfiança e falta de compromisso. A primeira coisa que precisamos ter para mantermos um relacionamento com alguém que pode ser  de amizade, de trabalho , familiar…é a confiança. Com a confiança vem o compromisso. Como já foi ferida anteriormente, passa a não confiar mais em ninguém.

5- Ações emocionais de reação e de defesa. Reage imediatamente com agressividade quando a sua dor é atingida ou se coloca já em forte defensiva

6- Isolamento. Coloca uma parede para se proteger. Se esfria emocionalmente para não sofrer mais, não compartilha suas emoções.

7- Alimenta a raiva. Fruto é a raiva, o sofrimento é  a raiz . A raiva é a segunda emoção consequente da dor. Qual é a primeira resposta que damos quando acontece algo que não gostamos?

8-Insatisfação. A dor e o sofrimento nos leva a não estarmos bem em nenhuma situação.. Não estará bem até que as coisas ocorram como deseja.

9-Dificulta o crescimento espiritual. Transfere a culpa da dor para Deus. Não se foca na pessoa , mas somente na dor.

10- Torna a pessoa vulnerável a más influências e inclinado a assumir compromissos espirituais e moralmente errados. Satanás  se alegra quando estamos em sofrimento e dor no coração por alguma razão, porque o nosso foco fica afastado de Deus e podemos ser influenciados por ele que vem nos oprimir.

Efésios 4: 26-27   “”Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apazigüem a sua ira antes que o sol se ponha, e não dêem lugar ao diabo. ”

Não podemos fazer nada sobre o que nos aconteceu ou nos tem  acontecido, mas podemos mudar a forma de responder ao que aconteceu ou ainda continua acontecendo.A dor do passado não é uma profecia para o futuro. Temos um Deus que cura a dor. Esse sofrimento, essa dor não vai mais controlar a nossa vida!!!

Pastor Dale

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at March 21st, 2013.
Tags: ,