Problemas no relacionamento, algumas observações…

É sempre bom quando  lembramos de algumas coisas que a Palavra de Deus ensina quando lidamos com as pessoas, que podem ser da família,  amigos ou vizinhos, colegas de trabalho… , principalmente ainda, quando estamos tendo problemas nesse tipo de  relacionamento : 

Primeira coisa a ser lembrada:

-Não podemos consertar os outros, mas podemos nos perguntar se erramos em algum ponto, essa é a vontade de Deus. Não podemos mudar ninguém, mas Ele quer que respondamos as situações de acordo com a Sua vontade.

Segunda coisa a ser lembrada:

-No que depender de nós, devemos manter a paz com todos.
Terceira coisa a ser lembrada:
- Precisamos nos perguntar : -Tenho  dificuldade em aceitar a correção? Sempre queremos estar certos. Essa dificuldade vem acompanhada da necessidade de elogios. Preciso ser elogiado? É uma necessidade que tenho?
Se temos dificuldade em aceitar correção e reconhecer nossos erros, não vamos perceber que nossas fraquezas e pecados geralmente ofendem e trazem danos aos outros. Se falamos indevidamente, ou ofendemos, ou julgamos, ou difamamos alguém, nossos pecados podem ter causado profundas feridas. Se pela graça de Deus chegamos a peceber o erro, devemos estar prontos para que a nossa retratação seja sincera e profunda.  Muitas vezes isto pode levar a um conserto diante de outras pessoas que foram envolvidas. Entretanto , em certas ocasiões, o orgulho se levantará e vai querer tudo da forma mais rápida e com o menor sacrificio possível. A velha preservação da imagem volta a reinar e o Espírito de Cristo é mais uma vez ignorado.
Quarta coisa a ser lembrada:

- O nosso  orgulho tem exigido a retratação da forma que queremos porque fomos feridos e ofendidos? É uma forma de dizermos que não toleramos que a nossa imagem seja maculada ou nossa dignidade desrespeitada sem a devida retratação.

Lembre-se: A atitude do Pai é diferente na parábola do filho pródigo, Ele manifestou alegria e pleno perdão à simples visão do filho que retornava. Se Deus agisse como agimos, não poderíamos ir para o céu.

Continuando…Preste atenção:

Quando Paulo disse para julgarmos todas as coisas, estava falando das coisas em si e não das pessoas envolvidas nelas (excetuando-se os casos de pecados graves ou de heresias, em que as próprias pessoas devem ser julgadas, para que sejam disciplinadas ou para que delas nos afastemos), mas há muitas coisas que temos que julgar. Podemos e devemos julgar aquilo que ouvimos, podemos concordar ou não. Mas vemos o orgulho quando somamos ao julgamento correto de comportamentos e situações, um julgamento de caráter e aí concluímos: “Fulano faz assim ou procede desta maneira porque ele é…”E após este “é…” fazemos tristes acusações de caráter. Novamente agimos como se fôssemos o próprio Deus e trazendo sobre nós mesmos o Seu juízo.

Finalizando , cada  situação é impar, cada uma com características diferentes da outra . Precisamos ver  onde a brecha foi aberta para a discórdia e onde o inimigo teve legalidade para entrar no lar, no trabalho…

O que fazer?

O primeiro passo é pedir a Deus que sonde nosso coração para que  possamos reconhecer se ou onde falhamos em alguma momento.

O segundo passo , se houve algum erro , é pedir perdão. Se não ocorreu nada de que nos lembremos, devemos ver o que os outros tem contra nós. A Palavra diz que se alguém tem algo contra nós, devemos ir e resolver a situação e depois trazermos o  dízimo ou oferta ao Senhor.  Nem os dízimos o Senhor recebe quando há discórdias. Deus prioriza as pessoas.

O importante é olhar para Jesus. Podemos fazer isso porque recebemos olhos espirituais quando recebemos a Jesus como Senhor e Salvador da nossa vida. Fixando os nossos olhos em Jesus vamos experimentar uma felicidade e paz cada vez maior. Se olharmos para a humildade de Jesus, o orgulho fugirá, porque o orgulho não pode permanecer onde Jesus se faz presente. 

Jesus é poderoso. Viver como Jesus não é resultado dos nossos esforços. Estamos sendo transformados à Sua imagem!  O nosso Cristo é poderoso!  A Bíblia ensina sobre esforço , perseverança e até sacrifício. Tudo isso será em vão se não olharmos para Jesus. Olhar para Jesus é o segredo da transformação e agrada ao Pai.

Não precisamos ter medo de nada, Deus não nos deu o espírito de medo, isso é artimanha do inimigo.

Entregue sua vida ao Senhor cada dia, cada minuto…quando estiver entrando no seu trabalho, na sua casa ou em outro lugar que esteja tendo problemas com as pessoas. Veja se há algum caminho que está errado. Se sim, conserte e obedeça ao Senhor. Se não, perdoe o que estão errando com relação a vc e faça o seu melhor, fazendo o possível para agir como Deus gostaria que agisse.

Onde você está,  só tem você para Deus usar. Ele quer te usar como luz onde você vive, trabalha, caminha…. As coisas, as situações são importantes, mas tudo passa, as pessoas são muito mais importantes. São as vidas que são preciosas para o Pai.

Passagens bíblicas:

Efésios 4:26, 27     “Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apazigüem a sua ira antes que o sol se ponha, e não dêem lugar ao diabo.” 
Colossenses 3:13   “Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou.” 
1 Timóteo 2:08    ”Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem discussões. “
Tiago 1:20   “Pois a ira do homem não produz a justiça de Deus. ”

Você já está acertando quando busca a Ele quando tem problemas. Dependemos Dele para tudo!

Marcos S. de Moraes – “A si mesmo se esvaziou”

Share
Posted in reflexao by agnes at May 4th, 2013.
Tags: