O Gigante chamado Inveja

Os Gigantes se apresentam de muitas formas e personalidades, mas todos eles têm o mesmo efeito sobre nós – querem nos paralisar – eles restringem as nossas vidas e minam a nossa esperança, a nossa fé e a determinação para lutar. Hoje estaremos olhando para um gigante chamado ciúme.

 Tiago 3:14-16Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. ”

 1. Reconheça a sua presença.

 Temos a tendência de buscarmos desculpas para o que estamos sentindo e temos dificuldades em reconhecer o ciúme e a inveja em nossas vidas. Por exemplo: alguém falhou ou não conosco por isso sentimos isso ou aquilo..o fato que ocorreu leva a uma reação. Essa reação pode ser desencadeada por uma série de fatos, como por exemplo:: Alguém que está tendo mais popularidade ou mais amigos no facebook… tem um carro ou uma casa que queríamos…uma roupa mais bonita…ou está coma aparência muito boa….muitas razões podem causar o ciúme e a inveja….

 O ciúme acontece quando:

- Acreditamos que nós é que merecemos as vantagens, aplausos, valorização, reconhecimento ou a promoção que alguém está recebendo.Resumindo: merecemos mais popularidade.

- Comparando nossas vidas e circunstâncias com alguém de maneira desfavorável, com o desejo de ter o que eles têm.

-Temos medo de perder algo que valorizamos para outra pessoa, um rival. Pode ser uma pessoa ou qualquer coisa.Até em casa, um exemplo simples, uma torta, um bolo, guardo ou pego logo o primeiro pedaço para me garantir. Se preciso escolher algo, tenho urgência em ser logo o primeiro a pegar a melhor parte, sentar nos melhores lugares, ser reconhecido e honrado.

-Somos inseguros com relação a nossa capacidade, a nossa aceitação e oportunidade que os outros perto de nós também podem vir a ter e estão envolvidos na mesma situação, ou seja, quando percebemos competição.

 Essas coisas nos tornam vulneráveis ao ciúme e a inveja.

 2. Reconheça de onde veio.

 Quando diminuímos o sucesso ou algo que alguém conquistou ou possui, podemos pensar o motivo de estarmos agindo dessa forma. Podemos observar em exemplos simples como: Alguém está muito bonito ou bonita, dizemos que é claro, é porque fez plástica….uma alfinetada, ao invés de estar feliz com a aparência do outro.

O ciúme e a inveja são frutos de nossa natureza caída dando legalidade a entidades demoníaca que levam o caos e o mal a qualquer situação onde existam relacionamentos sob seu domínio, seja no trabalho, em família, na rua, vizinhança…em todo o mundo. Guarde seu coração! Queremos descobrir uma falta na pessoa que está crescendo, melhorando…? Ou nos alegramos com ela?

O problema não está na pessoa ou fato em si, está na nossa resposta, se reagimos de forma errada ou certa.

Observe o mundo, quanta fofoca, quanta confusão, quanta corrupção, armações chegando mesmo a agressões e assassinatos.

Marcos 7:21-23 “Porque de dentro, do coração de uma pessoa, saem os maus pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios, os adultérios, a avareza, as maldades, o engano, desejos lascivos, inveja, difamação, orgulho e insensatez. Todas estas más coisas procedem de dentro, eles são o que contamina você.”

 Satanás era um anjo de luz que se rebelou contra Deus porque queria ter a glória de Deus. A inveja, o ciúme, o orgulho fez com que fosse expulso com um terço dos anjos. A Palavra fala pra guardarmos o nosso oração e precisamos guardá-lo contra:

 - Descontentamento e insatisfação; ingratidão. Vivem uma vida inteira dessa forma, só reclamando. Se eu tivesse isso ou aquilo…O que está cheio no coração , a boca fala.

- Medo, insegurança, falta de confiança em você e em Deus.

- Orgulho. Diz: “Eu mereço”.

- Ganância. Diz “Eu quero””Nossa vida é mais do que material.

- Ressentimento e amargura. Traz fatalmente ciúmes e inveja.

Tem bençãos de Deus para nós hoje. Deus tem nos abençoado.

Sempre te adoraremos Senhorcom gratidão por tudo que tens feito por nós!

 3. Saiba onde a inveja age.

Não é uma força passiva, é uma força ativa.

-O ciúme levou Caim a matar Abel.

A inveja de Caim o levou a raiva, onde acabou matando seu irmão.

Gênesis 4:3-5 Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta, mas não aceitou Caim e sua oferta. Por isso Caim se enfureceu e o seu rosto se transtornou.”

1 João 3:12 “Não sejamos como Caim, que pertencia ao Maligno e matou seu irmão. E por que o matou? Porque suas obras eram más e as de seu irmão eram justas.

-A inveja levou os irmãos de José ao tráfico de seres humanos e decepção.

Gênesis 37:11Assim seus irmãos tiveram ciúmes dele; o pai, no entanto, refletia naquilo.

Gênesis 37:23,24 “Chegando José, seus irmãos lhe arrancaram a túnica longa,agarraram-no e o jogaram no poço, que estava vazio e sem água.”

Gênesis 37:26-28 “Judá disse então a seus irmãos: “Que ganharemos se matarmos o nosso irmão e escondermos o seu sangue?Vamos vendê-lo aos ismaelitas. Não tocaremos nele, afinal é nosso irmão, é nosso próprio sangue”. E seus irmãos concordaram.”

Atos 7:09 “Os patriarcas, tendo inveja de José, venderam-no como escravo para o Egito. Mas Deus estava com ele”

-O ciúme levou Saul à bruxaria e insanidade.

1 Samuel 18:8-12 “Saul ficou muito irritado, com esse refrão e, aborrecido disse: “Atribuíram a Davi dezenas de milhares, mas a mim apenas milhares. O que mais lhe falta senão o reino? “Daí em diante Saul olhava com inveja para Davi. No dia seguinte, um espírito maligno mandado por Deus apoderou-se de Saul e ele entrou em transe profético em sua casa, enquanto Davi tocava harpa, como costumava fazer. Saul estava com uma lança na mão e a atirou, dizendo: “Encravarei Davi na parede”. Mas Davi desviou-se duas vezes.Saul tinha medo de Davi porque o Senhor o havia abandonado e agora estava com Davi.”

-O ciúme levou os inimigos de Daniel a traçarem a sua própria destruição.

Daniel 6:3-9 Ora, Daniel se destacou tanto entre os supervisores e os sátrapas por suas grandes qualidades, que o rei planejava colocá-lo à frente do governo de todo o império.Diante disso, os supervisores e os sátrapas procuraram motivos para acusar Daniel em sua administração governamental, mas nada conseguiram. Não puderam achar falta alguma nele, pois ele era fiel; não era desonesto nem negligente.Finalmente esses homens disseram: “Jamais encontraremos algum motivo para acusar esse Daniel, a menos que seja algo relacionado com a lei do Deus dele”. E assim os supervisores e os sátrapas de comum acordo foram falar com o rei: “Ó rei Dario, vive para sempre!Todos os supervisores reais, os prefeitos, os sátrapas, os conselheiros e os governadores concordaram em que o rei deve emitir um decreto ordenando que todo aquele que orar a qualquer deus ou a qualquer homem nos próximos trinta dias, exceto a ti, ó rei, seja atirado na cova dos leões. Agora, ó rei, emite o decreto e assina-o para que não seja alterado, conforme a lei dos medos e dos persas, que não pode ser revogada”. E o rei Dario assinou o decreto.”

O ciúme levou os fariseus e sacerdotes em Israel a crucificarem Jesus.

João 12:47, 48 “Se alguém ouve as minhas palavras, e não as guarda, eu não o julgo. Pois não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo.Há um juiz para quem me rejeita e não aceita as minhas palavras; a própria palavra que proferi o condenará no último dia.”

O ciúme conduziu Pedro a questionar o plano de Jesus para João.

João 21:20-22 Pedro voltou-se e viu que o discípulo a quem Jesus amava os seguia. ( Este era o que se inclinara para Jesus durante a ceia e perguntara: “Senhor, quem te irá trair? ” )Quando Pedro o viu, perguntou: “Senhor, e quanto a ele? “Respondeu Jesus: “Se eu quiser que ele permaneça vivo até que eu volte, o que lhe importa? Siga-me você”.

O ciúme levou os judeus a tentar matar Paulo.

Atos 17:2-5 “Segundo o seu costume, Paulo foi à sinagoga e por três sábados discutiu com eles com base nas Escrituras, explicando e provando que o Cristo deveria sofrer e ressuscitar dentre os mortos. E dizia: “Este Jesus que lhes proclamo é o Cristo”.Alguns dos judeus foram persuadidos e se uniram a Paulo e Silas, bem como muitos gregos tementes a Deus, e não poucas mulheres de alta posição.Mas os judeus ficaram com inveja. Reuniram alguns homens perversos dentre os desocupados e, com a multidão, iniciaram um tumulto na cidade. Invadiram a casa de Jasom, em busca de Paulo e Silas, a fim de trazê-los para o meio da multidão.”

Tiago 3:14-16 Mas, se tendes amarga inveja, e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.Porque onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa. ”

Ciúme:

Faz você miserável.

Enfraquece sua alma.

Faz você se isolar.

Cria o caos nos relacionamentos – interior e exterior.

Faz você vulnerável para todos os tipos de mal.

Faz com que você perca a bênção que Deus tem para você.

 4. Saiba o que fazer para derrotar o ciúme e a inveja.

-Ore aumentando as bênçãos que estão sobre as pessoas que você achava que já seriam abençoadas o suficiente!

-Seja grato pelo que você tem!

-Louve e promova as pessoas que são o objeto de seu ciúme.

Pastor Dale

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at July 9th, 2013.
Tags: ,
  • Dirci

    A inveja e o ciúme são os piores gigantes existentes no ser humano. Eles destroem o próprio invejoso e ciumento. Procurem superar esses dois gigantes. E agradeça a Deus pelo o que você tem.