Jesus vem para Jerusalém – João 12: 12-50

João 12:24 “Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto.”


João 12:25 “Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.”

João 12: 37-43 “Mesmo depois que Jesus fez todos aqueles sinais miraculosos, não creram nele.

Isso aconteceu para se cumprir a palavra do profeta Isaías, que disse: “Senhor, quem creu em nossa mensagem, e a quem foi revelado o braço do Senhor? “Por esta razão eles não podiam crer, porque, como disse Isaías noutro lugar:”Cegou os seus olhos e endureceu os seus corações, para que não vejam com os olhos nem entendam com o coração, nem se convertam, e eu os cure”. Isaías disse isso porque viu a glória de Jesus e falou sobre ele.Ainda assim, muitos líderes dos judeus creram nele. Mas, por causa dos fariseus, não confessavam a sua fé, com medo de serem expulsos da sinagoga;pois preferiam a aprovação dos homens do que a aprovação de Deus.”

 Temos 2 versículos chaves para prestarmos atenção:

 Primeirov. 43 “pois preferiam a aprovação dos homens do que a aprovação de Deus.”

Ouviram de Jesus e até o reconheceram como o Messias , mas tinham vergonha de Jesus e não queriam perder prestígio, posição , poder…

Segundo – v. 24 “Digo-lhes verdadeiramente que, se o grão de trigo não cair na terra e não morrer, continuará ele só. Mas se morrer, dará muito fruto.”

 Existem 2 escolhas para todo ser humano:

-Aceitar o grão de trigo que é Jesus;

- Ou preferir a glória dos homens.

v. 47 “Se alguém ouve as minhas palavras, e não as guarda, eu não o julgo. Pois não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo.”

 Nos Capítulos 11 e 12 de João, não existe espaço de tempo, os fatos vão ocorrendo um após o outro.No capítulo 11 Jesus ressuscita Lázaro dos mortos. Como Lázaro estávamos mortos e alguns de nós já estávamos até em decomposição. Ele nos ressuscitou,nos deu vida e nos restaurou tirando as ataduras que nos amarravam. No capítulo 12 ocorre uma ceia em casa de Simão o leproso. Nessa ceia comparecem Simão , que era o anfitrião, Lázaro, Marta , Maria , Judas e Jesus. Temos uma igreja. Uma vez que os Lázaros são ressuscitados e os leprosos são limpos, a Marta servindo, a Maria adorando e a presença de Jesus, apontam para a Igreja hoje.

Importante observação:

  • A lepra surge no sangue no sangue e depois se manifesta. O pecado também começa nos pensamentos, na nossa natureza,  para depois se manifestar.
  • A lepra como o pecado provoca insensibilidade . Uma pessoa com lepra se queima e não sente nada. O pecado faz o mesmo no homem. Ouve , ouve a Palavra e isso lhe é indiferente, não o toca, não o sensibiliza impedindo a comunhão e o ouvir do espírito de Deus.

  • A lepra destrói o homem pelas beiradas, os dedos e as orelhas caem….O mesmo ocorre com o pecado ele destrói a imagem de Deus em nós.

  • A pessoa com lepra precisa se isolar. Quem tem pecado não consegue dialogar, conversar, apesar de se sentir sozinho não consegue ter comunhão, quer se isolar. Indisposição em congregar.

    A partir do verso 12 vemos o segredo da expansão do Reino de Deus. Quais foram as bases de como a igreja foi edificada?

Jesus estava no auge de seu ministério, Ele tinha acabado de ressuscitar um morto de 4 dias. O crescimento do Reino de Deus não seria fruto de estratégia humana nem do que o homem poderia fazer.

v.17 “A multidão que estava com ele, quando mandara Lázaro sair do sepulcro e o ressuscitara dos mortos, continuou a espalhar o fato.”

Jesus estava no auge do seu ministério

v. 20-21 “Entre os que tinham ido adorar a Deus na festa da Páscoa, estavam alguns gregos.
Eles se aproximaram de Filipe, que era de Betsaida da Galiléia, com um pedido: “Senhor, queremos ver Jesus”.

Até os gregos queriam ver Jesus. A Grécia era o centro cultural do mundo. Os romanos tinham a força militar, mas da Grécia vinha o conhecimento. Jesus estava no auge, mas não se empolgou. Foi exaltado , eram colocadas folhas de palmeira para que passasse em cima de um jumento, que era símbolo de realeza.Não era esse reconhecimento que faria o Reino de Deus crescer e Ele o sabia. Jesus diz claramente que o grão de trigo precisa morrer. Se o grão de trigo for colocado para exibição num pedestal para ser admirado, Ele não servirá para nada.Ele não agiria como eles esperavam, Ele veio em paz para redimir a humanidade.

Observação: Sempre que a igreja foi perseguida, ela crescia. Quantos mais cristãos eram jogados nas arenas de Nero para serem comidos pelos leões, mais a igreja crescia. Do primeiro ao quarto século era proibido se pregar o evangelho, o Evangelho crescia. No dia que os reis aceitaram o evangelho, veio o período das trevas.

 Jesus também foi testado. Será que Ele iria preferir a glória dos homens ou a glória de Deus? É bom ser reconhecido, ser elogiado, ser aprovado e receber a glória dos homens. A glória que Jesus escolheu foi ser uma semente , ser jogada na terra e morrer. Não é nada fácil, fazer, fazer e ninguém reconhecer. A semente precisa morrer para produzir frutos, sermos jogados até num lugar de desprezo e de não reconhecimento. O que é a semente morrer? É perder a casca ( que é o ego, a vaidade , o orgulho), ela precisa se desprender para poder ser semeada por Deus e receber a água do Espírito Santo. A cruz é o caminho da vida. Amar a vida é auto se preservar.

V. 25 “Aquele que ama a sua vida, a perderá; ao passo que aquele que odeia a sua vida neste mundo, a conservará para a vida eterna.”

O amor pelo nosso próprio conforto ainda era prioridade para aquela multidão e para a grande maioria de nós hoje também. As religiões resolveram abolir o inferno das suas ministrações, não soa politicamente correto, mas a Bíblia diz que existe o céu e o inferno. Tem pessoas vivendo num inferno em vida. Muitos estão perecendo porque não queremos entrar na morte por pessoas  que estão se perdendo Não queremos abrir mão do nosso tempo, do nosso lazer, priorizamos coisas que não são as mais importantes.O caminho é a cruz. A semente tem que ser germinada pela água do Espírito. Cada um de nós somos um grão de trigo que precisa morrer para o Eu, e assim germinar.

 Porque Jesus tinha que morrer?

João 7:39Ele estava se referindo ao Espírito, que mais tarde receberiam os que nele cressem. Até então o Espírito ainda não tinha sido dado, pois Jesus ainda não fora glorificado.”

V. 33- 34 “Mas eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim”.Ele disse isso para indicar o tipo de morte que haveria de sofrer.”

Jesus que era 100% Deus , mas também era 100% homem. Ele se ofereceu para ser o grão de trigo, ser jogado na terra, morrer para perder a casca e poder habitar em todos os homens através do Espírito Santo de Deus, subjugando a satanás na cruz. Jesus seria glorificado e ser glorificado é a germinação do trigo.

Não devemos nos preocupar com a aprovação dos homens, se gostam ou não, devemos nos preocupar é com a aprovação e em alegrar o coração de Deus. Esse é o centro do Evangelho, sendo muito grave e séria as nossas escolhas, que significam, a escolha entre a vida ou a morte.

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at July 20th, 2014.