A Mãe de nome Maria.

Lucas 1:26-38 “No sexto mês Deus enviou o anjo Gabriel a Nazaré, cidade da Galiléia, a uma virgem prometida em casamento a certo homem chamado José, descendente de Davi. O nome da virgem era Maria. O anjo, aproximando-se dela, disse: Alegre-se agraciada! O Senhor está com você! Maria ficou perturbada com essas palavras, pensando no que poderia significar esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Não tenha medo Maria; você foi agraciada por Deus! Você ficará grávida e dará a luz um filho, e lhe porá o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele reinará para sempre sobre o povo de Jacó; seu reino jamais terá fim. Perguntou Maria ao anjo: Como acontecerá isso, se sou virgem? O anjo respondeu: O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com a sua sombra. Assim aquele que há de nascer será chamado Santo, Filho de Deus. Também Isabel, sua parenta, terá um filho na velhice; aquela que diziam ser estéril já está em seu sexto mês de gestação. Pois nada é impossível para Deus. Respondeu Maria: Sou serva do Senhor; que aconteça comigo conforme a tua palavra. Então o anjo a deixou.”

O que podemos aprender com as pessoas que participaram do nascimento de Jesus?

Deus tem propósito para cada vida, e tinha propósito também para Maria. Acontecer o que o Senhor planejou, dependeria da resposta de Maria. Os planos de Deus são bons, perfeitos e agradáveis ….mas o Senhor quando fez o homem, fez a Sua imagem e semelhança, isso significa dizer que fez o homem com livre arbítrio, com a capacidade de dizer sim ou não para Deus.

Muitas vezes os propósitos de Deus são interrompidos porque não ouvimos a sua voz, não temos tempo; outras vezes estamos tão envolvidos em nós mesmos, nos nossos problemas, somos incapazes de ouvir e de fazer as escolhas certas, de responder como Deus esperava que fizéssemos como Maria fez.

Como podemos estar preparados? Como podemos saber a vontade de Deus para a nossa vida?

    1 – Preste atenção em suas escolhas quando ninguém vê.

Nossa situação espiritual e moral é refletida :

  • Pela satisfação de nossos desejos , nós permitimos ou refutamos.
  • Nos disciplinamos ou falhamos.

Ninguém estava vendo Maria, mas Deus estava. Ela não estava depressiva, irritada ou de mau-humor quando Deus envia o seu anjo. Ela estava em harmonia para ouvir e responder como respondeu. Não era como os fariseus que irrritavam tanto a Jesus, túmulos caiados, branquinhos por fora , mas podres por dentro.

Mateus 7: 24-27 “Portanto quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha. Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda.”

Mateus 23:27 “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície.”

E você?

  • O que faz quando outros não estão olhando?
  • O que diz em conversas íntimas?
  • O que entretem sua mente?
  • O que permite morar e crescer em seu coração?

II Timóteo 2:21 “Se alguém se purificar dessas coisas, será vaso para honra, santificado, útil para o Senhor e preparado para toda boa obra.”

2- Recoloque no lugar do medo, a fé.

Já pensou no que implicaria ela aparecer grávida, sem ainda estar casada? E o que faria seu noivo?   Maria ainda  corria o serio risco de ser  morta a pedradas. Não é fácil responder com um sim ao chamado de Deus.

Medo:

  • Fazemos más decisões;
  • Nos torna vulneráveis e desencorajados

  • Nos impede de ter e cumprir nossos compromissos

  • Impede nossa reação

  • Traz confusão mental e emocional

- Nos esconde

-Contagia outros

- Restringe nosso potencial para ser usado para o Reino de Deus

Mateus 25: 24-27 “Por fim veio o que tinha recebido um talento e disse: “Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou. Por isso, tive medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe pertence. O senhor respondeu: servo mau e negligente! Você sabia que eu colho onde não plantei e junto o que não semeei? Então você devia ter confiado o meu dinheiro aos banqueiros, para que, quando eu voltasse, o recebesse de volta com juros…”

Como nossa fé cresce?

  • Sendo alimentada regularmente;
  • Lutando contra meus medos agressivamente;
  • Vivendo nossas vidas orientados pela ação , não pelos sentimentos;
  • Ser persistente em suas batalhas;
  • Estar cercado por pessoas certas.

Nossos sentimentos são enganosos, a Palavra diz que o coração do homem é enganoso. Precisamos obedecer a Palavra, agir como Deus quer e espera que façamos e do resto o Senhor cuida.

3- Colocar os planos de Deus acima dos seus planos

Marcos 8:35 “Pois quem quiser quiser salvar a sua vida, a perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa e pelo evangelho, a salvará.

Mateus 4:19-20 “E disse Jesus: Sigam-me, e eu os farei pescadores de homens. No mesmo instante eles deixaram as suas redes e o seguiram.”

Dizer “sim”aos planos de Deus exige:

  • Crer em Deus;

  • Se entregar;

  • Ter um coração para servir;

  • Renunciar a sua própria vontade.

Escolher uma profissão , no final de tudo,  é pensar em como vou ganhar dinheiro, poder e  prestígio. Ouvir e responder com um sim ao chamado de Deus,  implica em renúncia, pagar um preço, é perder para ganhar. A recompensa dos que respondem com um sim para o Senhor é tremenda e inimaginável. Não existe recompensa na face da terra , nem prazer maior do que está em sintonia com a vontade de Deus. O mundo chama de loucos muitos que ouviram a voz de Deus, mas o fruto do mundo é só tristeza, violência e morte , mas o fruto dos que são do Senhor é a Paz, Alegria e Amor!

A Palavra de Deus, a Bíblia,  revela as prioridades, ordens e avisos de Deus. É a luz,  iluminando nosso caminho dentro da Sua vontade, revelando obstáculos e perigos. Sem a Palavra, seríamos como uma pessoa no escuro  sem lanterna, nem vela. Ser cristão não significa que a obediência acontecerá automaticamente. É um processo de crescimento  em fé , esperando no Senhor antes de qualquer ação. É preciso antes de tudo, o desejo sincero de querer fazer a vontade de Deus e  de dizer não para o que Deus desaprova.

Share
Posted in biblia by agnes at December 22nd, 2010.
Tags: ,