“Ficar firme: A receita de Estabilidade”.

Filipenses 4:1- 7 Portanto, meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudade, vocês que são a minha alegria e a minha coroa, permaneçam assim firmes no Senhor, ó amados! O que eu rogo a Evódia e também a Síntique é que vivam em harmonia no Senhor. Sim, e peço a você, leal companheiro de jugo, que as ajude; pois lutaram ao meu lado na causa do evangelho, com Clemente e meus demais cooperadores. Os seus nomes estão no livro da vida. Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor. Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus .’

Introdução

Paulo quando escreveu esta carta estava preso por causa do evangelho, tendo no entanto o seu tom de voz extremamente otimista. Paulo tinha várias razões para escrever aos Filipenses. Queria agradecer-lhes por o terem apoiado e pela parceria no avanço do evangelho. Queria incentivá-los a imitarem a humildade de servo de Jesus e buscarem a unidade na relação com todas as pessoas. Queria incentivá-los a viverem a vida fielmente como cidadãos do reino de Deus. Queria exortá-los a permanecerem firmes na fé do Evangelho.

 Paulo nos dá a receita da estabilidade através de 5 exortações. Sã elas:

 1 Exortação. Devemos valorizar os nossos relacionamentos no Senhor.

“Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados.” Verso 1

A primeira exortação é muito pessoal e carinhosa: “Meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudades, vocês são minha alegria e coroa, permaneçam firmes no Senhor.” Paulo guardava as relações que teve com estes irmãos e irmãs. Eles eram muito caros a ele. Nós também devemos valorizar os relacionamentos que temos uns com os outros por meio do evangelho. Eles vão durar por toda a eternidade.

Pensar que podemos permanecer firmes por nós mesmos é um grande erro. Na verdade, precisamos de Cristo em cada um dos irmãos para nos ajudar. Por causa do mundo ou por causa do nosso próprio pecado, podemos perder a visão do que é a verdade. Alguém disse uma vez: “Eu não preciso de novidade, eu preciso da verdade.” Precisamos do amor de verdadeiros amigos no Senhor que vão nos dizer o que é a verdade.

 2 Exortação.Devemos nos esforçar para mantermos essas relações .

“Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor. E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida. ” Versos 2 e 3

No versículo 2, Paulo  fala a respeito de duas mulheres, Evódia e Síntique. Elas não foram capazes de viver em harmonia, provavelmente tiveram uma forte discussão.

Paulo já havia falado sobre a importância de ter a mente de Cristo e humildemente buscar a unidade. O versículo 3 nos diz que essas mulheres trabalharam lado a lado com Paulo na missão do evangelho. Elas eram evidentemente pessoas muito significativas na igreja. Parece de fato que Paulo poderia resolver o problema entre elas pela importância de seu nome. Mas notem, ele não dá ordens. Ele implora e suplica . Podemos ver o coração de preocupação de Paulo por elas e com a unidade da igreja.

É um fato triste constatarmos que nem sempre a reconciliação pode ser bem sucedida, mas devemos nos esforçar para ter uma consciência limpa diante de Deus por temos feito todos os esforços que estavam ao nosso alcance para manter a unidade que existe no Espírito. E, independentemente da presente situação de coisas que estamos vendo, saiba:  a história não acabou. Podemos continuar a lutar.

 3 Exortação. Alegrai-vos sempre no Senhor! Outra vez digo, regozijai-vos!

“Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. “ Verso 4

A repetição de Paulo é para dar ênfase a importância da alegria do coração. Para nos mantermos firmes no Senhor, precisamos Dele, nos alegrando sempre. Podemos ver claramente que esssa alegria não é baseada em circunstâncias, mas no Senhor.

No início da fundação da Igreja de Filipos (Atos 16), quando Paulo e Silas vão­ pela primeira vez a Filipos, eles foram espancados injustamente e lançados na prisão. E o que eles fizeram? Eles oraram e cantaram hinos a Deus – alegraram-se! E Deus operou um livramento milagroso. Ele causou um terremoto que abalou a prisão.

Podemos nos alegrar Nele quando nos lembramos de que o Senhor tem tudo sob Seu controle. Ele está ordenando todas as coisas que acontecem para a Sua glória e para o bem de seu povo. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam e são chamados segundo o seu propósito. Nele podemos nos alegrar.

 4 Exortação. O Senhor está às portas, está perto . 

“Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor.” Verso 5

Versículo 5 não é tanto uma exortação para se  obedecer,  mas sim  uma declaração para que Deus seja acreditado e valorizado. O Senhor está próximo. Ele está próximo.

“O Senhor está perto dos contritos de coração” (Sl 34,18). Quando você sentir que seu coração está partindo para a tristeza, ligue para ele e você vai experimentar a Sua presença.

“O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade” (Sl 145,18). Tudo o que é necessário é nos aproximarmos Dele com sinceridade. Ele fará o resto. Tudo o que você precisa será encontrado Nele.

5 Exortaçào. Expresse sua fé através da oração.

“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.” Versos 6 e 7

1. A chave para superar a ansiedade sobre qualquer coisa é orar sobre tudo.

2. Oração, petições, pedidos são três palavras que significam praticamente a mesma coisa. Fale com Deus sobre tudo, ele sabe o que você quer, o que você precisa, mas fale com ação de graças, que é simplesmente lembrar com gratidão o que Deus já fez.

3. O exercício da oração traz maravilhosos benefícios:

a. A oração é o meio pelo qual a ansiedade será vencida.

b. A oração é a chave para o avanço do evangelho, porque se concentra na nossa dependência de Deus.

Ele é o único responsável por quaisquer ganhos obtidos na missão.

c. Ela nos conecta com o Deus da paz, que nos dá a paz que excede o entendimento e protege nossos corações contra todo o medo e preocupação.

E o resultado disso ?

“E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e mentes em Cristo Jesus.”

A palavra guardar é um termo militar, usado para soldados que guardavam a cidade de um ataque. Imagine, seria como se tivéssemos um pelotão de soldados nos guardando de todo o mal em cada etapa de nossa vida, dia e noite. Bem, a promessa de Deus aqui é ainda melhor. A paz de Deus, que excede todo o entendimento vai manter, proteger e guarnecer os nossos corações e as nossas mentes da ansiedade em Cristo Jesus.

Quando estamos atormentados com pensamentos ansiosos, quando nossas mentes correm adiante, no futuro, podemos raciocinar e levar o nosso caminho para um lugar de paz. Entendimento humano – corações e mentes – não são oniscientes, mas Deus é onisciente. Simplesmente não podemos manejar e controlar todas as situações. E assim, muitas vezes não entendemos tudo o que o Senhor está fazendo. Mas a fé, expressada na oração repousa em Deus, no onisciente benevolente Soberano Criador e Redentor e Sustentador de nossas vidas. Por isso, quando oramos, pode não ser imediatamente, mas a paz de Deus que excede todo o nosso entendimento humano guardará nossos corações e mentes, sabendo que Ele tem tudo sob controle.

Conclusão

Jesus disse: “Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbem os seus corações, nem tenham medo  “(João 14:27).

Nós que cremos em Jesus, estamos unidos com ele na mais profunda e possível união espiritual: nossa vida está escondida com Cristo em Deus. E, portanto …

Nenhum poder do inferno, nem planos do homem nunca poderão nos arrancar da sua mão.

Pense:

1. Como posso valorizar e manter os relacionamentos cristãos que Deus me deu?

2. De que forma as circunstâncias roubam minha alegria? Como ação de graças e uma visão da grandeza de Deus posso devolver no meu coração a alegria?

3. Por que a verdade de que o Senhor está próximo precisa para ser acreditada e valorizada?

4. “A chave para superar a ansiedade  é orar sobre tudo.” O que faz a preocupação ansiedade ou medo em você? Quantas vezes você traz todas as suas preocupações ao Pai em oração?

5. Como posso conseguir mais tempo para orar?

Robin Boisvert

Share
Posted in biblia, estudo by agnes at May 17th, 2013.
Tags: ,